Etapa final decide quem será o campeão do Mundial de SuperBike: Rea ou Sykes

jonathan-rea-tom-sykes-jerez-rac2

25 de outubro de 2016 –  Depois de a Kawasaki Racing Team ter vencido o campeonato de construtores na rodada passada, disputada na Espanha, as próximas corridas realizadas no Qatar irão determinar qual piloto da Kawasaki – Jonathan Rea ou Tom Sykes – será coroado campeão 2016 do Mundial de SuperBike. Apenas um deles, no comando da Ninja ZX-10R, pode se tornar o novo número um, com a probabilidade maior para Rea, que tem uma vantagem de 48 pontos sobre o companheiro.

As duas últimas corridas que integram a 13ª rodada do Mundial de SuperBike irão determinar qual piloto da KRT irá se tornar o novo campeão. Mas com a situação atual do campeonato, Rea só tem que marcar dois pontos para ser coroado campeão pelo segundo ano consecutivo.

Caso Jonathan Rea vença no Qatar ele irá se tornar o primeiro piloto desde Carl Fogarty (1998-99) a obter dois títulos consecutivos na categoria SuperBike. Ele também seria o primeiro piloto da Kawasaki a ganhar mais de um título e o nono piloto do Mundial.

Com 50 pontos em disputa, Sykes teria que vencer as duas corridas no Circuito Internacional de Losail e Rea marcar apenas um ponto, ou não pontuar em ambas as corridas, para obter o seu segundo título mundial. Caso Sykes se torne campeão novamente, depois do sucesso em 2013 com a equipe KRT, ele se tornaria o primeiro piloto da Kawasaki a ganhar mais de um título e o nono piloto a conquistar o feito.

Além de tentar pela última vez ultrapassar o companheiro de equipe, Sykes também tem que se preocupar com Chaz Davies para manter a segunda posição no classificatório geral e com isso a Kawasaki manter a dobradinha na temporada. Davies está em terceiro, apenas 19 pontos atrás de Sykes.

Com a nova Ninja ZX-10RR a caminho para a temporada 2017, o atual modelo da Ninja ZX-10R tem tido um impacto notável neste ano. Além de contribuir para a vitória no campeonato de construtores, o modelo possibilitou um ótimo desempenho de Rea, que obteve 21 pódios e nove vitórias até agora em 2016, e também 19 pódios e cinco vitórias de Sykes.

Exclusivamente nesta temporada do Mundial de SuperBike, as duas baterias da etapa do Qatar serão realizadas com a cobertura de holofotes no frio relativo da noite. As corridas serão realizadas no sábado e domingo cada uma, de acordo com o formato de dois dias introduzido pela primeira vez em 2016.

Jonathan Rea afirmou: “Estou feliz por terminar a temporada aqui em Losail, porque é um circuito que eu realmente gosto. A atmosfera do Qatar – sendo uma corrida noturna, no meio do deserto, cercado por hotéis cinco estrelas – é legal. Toda a minha família vai estar lá assim como muitos dos meus amigos. E também porque espero coroar uma temporada incrível com mais uma vitória no campeonato. É pra isso que temos trabalhado tão duro ao longo da temporada. Sinto-me realmente pronto para fazer um bom trabalho em Losail, porque eu realmente gosto da pista e sinto que podemos sonhar alto neste fim de semana”.

Tom Sykes declarou: “Eu estou tranquilo e pronto para as corridas no Qatar. Meu cenário ideal seria ganhar pelo menos uma das duas baterias. Sinto que nós podemos ir lá e lutar pelas vitórias. Seria bom terminar o ano com uma vitória e garantir o vice-campeonato. Não tive uma grande temporada, porque definitivamente não fui bem nas corridas com pista molhada. Avaliando esta etapa, gosto do formato das corridas com iluminação artificial. Acredito que este final de semana vai começar bem e espero que possamos terminá-lo ainda melhor, com dois bons resultados”.

Newsletter


Assinando nossa newsletter você será sempre o primeiro a saber.

Fale com a Kawasaki

S.A.K - Serviço de Atendimento Kawasaki

Atendemos de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 19h00.
Atendimento Nacional: 0800-773-1210

 

Seja um Concessionário

Entre em contato com nossa Central de Atendimento ao Cliente Kawasaki, estamos a sua disposição...

Saiba Mais

Copyright 2016 © Kawasaki Motores do Brasil LTDA. Todos os direitos reservados.